segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Viagens - Amesterdão

Amesterdão vai ficar para sempre na nossa memória, pela viagem romântica, divertida e cultural que fizemos para iniciar este novo ano de 2016. Vai ser por isso um primeiro post do ano muito especial.

Amesterdão é sem dúvida uma cidade must visit mesmo para quem não fique encantado. Eu acho linda de morrer e de lá trazia uma daquelas casas típicas que existem ao longo dos canais. Apaixonada pela arquitectura, pelo pé direito, tectos trabalhados e o à vontade de terem tudo escancarado para todos poderem ver. Casas lindas, com decorações de sonho mesmo à vista de quem quer parar e olhar, porque quase nenhuma tem cortinas fechadas.

Uma cidade que só conheço no Inverno e que ainda quero visitar cheia de sol e chinelos no pé. Uma cidade pequena mas com tanto para ver e fazer. Foram 3 dias e meio muito intensos e com muitos km nos pés que valeram cada canto e recanto novo que conheci (ainda não foi desta que me aventurei nas bicicletas, mas ainda vou ser capaz). Muito obrigada pelas dicas de sítios e restaurantes foram excelentes e mostraram tantas coisas que ainda não conhecia e achei tão mais interessantes!





Dicas TOP:

Museus a visitar vai do gosto de cada um, nós fomos ao Rijksmuseum e adorámos a manhã de cultura que lá passámos entre obras de arte, quadros e porcelanas.
Para quem gosta de Van Gogh este museu fica mesmo ao lado e também ouvi dizer muito bem dele (comprem os bilhetes pela net, poupam muito tempo de filas, mas atenção o ideal é ser o bilhete com hora marcada).
Existem sempre exposições de fotografia muito boas no FOAM. Para os amantes vale a pena uma visita.

Não podem perder a zona das 9- Streets, sem dúvida a zona com os restaurantes e com as lojas mais giras e cheias de pinta da cidade (muito mais interessante que aquelas ruas típicas e mais comerciais com tantas pessoas que até eu fiquei sem vontade de gastar um tostão).

Restaurantes que adorei conhecer e outros que tive pena, mas o tempo foi pouco para os experimentar.
Envy, Bo Cinq, Café de Paris, Moeders, Guts&Glory
Para quem não gosta de nada marcado existem imensos bons espalhados por toda a parte, basta estarem em sintonia na cozinha que querem experimentar. Nós fomos também a um indonésio e a um mexicano e adorámos, claro.

Para um bom vinho e umas boas tapas o Vyne é paragem obrigatória.

Têm de ir ao bairro do Pijp, um bairro boémio, com uma onda muito cool e com um mercado que vale a pena conhecer, o Albert Cuyp Market.

Para os resistentes (eu não fui) há o Jimmy Woo para uma noitada de dança e copos.

Obrigatório também fazer, um passeio de barco pelos canais. Para mim a melhor hora deste programa, é o final do dia (apanhar um pouco de luz e terminar com a noite e as luzes acesas é muito mágico). Para quem gosta de um bom vinho comprem uma garrafa e levem com voces, são tchim-tchim que nunca mais esquecem. Existem muitos barcos e pontos de venda, os mais giros são os que podem ir lá fora, nem que seja para a foto da praxe.

Mercado das flores, paragem obrigatória e um "passeio" pela Red Light District também.

Esta é uma cidade para quem gosta de correr. Levei roupa e não corri (um dia se tiver coragem explico porquê). Parques lindos e ruas todas direitas, melhor não há.

O hotel,  escolhi um NH central e sossegado na zona dos museus (é fundamental estar central para se aproveitar ao máximo TUDO, mas não um central no meio da confusão, fica o conselho de quem não gosta de muitas enchentes).

Acho que não me esqueço de nada, mas duvido que quem vá não descubra coisas novas, spots fantásticos e uma experiência que jamais irão esquecer, porque está é sem dúvida uma cidade mágica com muito para oferecer e se vocês se deixarem levar é ainda mais gira de conhecer.


Nota má da minha viagem - não vamos falar de compras porque esta foi mesmo a única coisa que não consigo entrar em consenso com o meu marido. Não trouxe quase nada do tanto que podia ter trazido. (próxima viagem tiro uma tarde só para mim).

Em Amesterdão...




































Dias maravilhosos a dois, dias sozinhos que fazemos questão de continuar a fazer, porque é tão bom ter com quem deixar as Cs para namorar e viajar. A essas pessoas um grande obrigada.





O presente que já está cá em casa exposto e nos vai trazer sempre boas recordações destes dias e desta viagem.



Bom ano novo para TODOS.


Cacomae no Instagram @anadominguezlemos




32 comentários:

  1. Que fotos mais bonitas Ana :) eu que adoro viajar (e não conheço Amesterdão) vou fazer por visitar em breve.
    Obrigada pelas preciosas dicas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. É sem dúvida uma cidade que queremos conhecer!!

    Bom ano!

    ResponderEliminar
  3. Hello Ana - you are a star, dear!! Thanks so much ;-) Excellent post beyond my expectations. Happy Year 2016

    ResponderEliminar
  4. Olá antes de mais nada: Ana estás linda!!! Em que companhia foste? com que antecedencia marcaste? foram mto caros os voos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Fui na Easy jet e vim na Transavia. Atenção que há mais dois aeroportos em Amesterdão mas muito mais longe. Eu pessoalmente acho que não compensa a diferença de valores :) Bjs

      Eliminar
    2. Eu só marquei há duas semanas e foi numa altura cara, mas as viagens para lá não são assim tão caras ;)

      Eliminar
    3. ;) Este ano é paragem obrigatória! Gostei particularmente da foto dos dois! Casal tão em sintonia!

      Eliminar
    4. Ana, por acaso sabe se há voos directos Porto-Amesterdão pela TAP, Lufthansa ou Scandinavian Airlines?

      Eliminar
    5. Não sei mesmo, mas acredito que deva haver. Ja viu na net? Bjs

      Eliminar
  5. Foram dicas preciosas, muito obrigada Ana! Vou a Amesterdão em Março e vou ter em conta este seu post.

    Ana
    www.annastyleandliving.com

    ResponderEliminar
  6. O Van Gogh é imperdível, assim como a Casa de Ann Frank. Fica a dica para a próxima. ;)

    ResponderEliminar
  7. Ana, post delicioso! Já fui 2 vezes e vou voltar....adoro AmesterdãO! Pode dizer o nome do hotel?
    Obrigada!
    Beijinhos e um bom ano!
    Cristina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OLá Cristina, fiquei no NH Quarter Museum :)

      Bjs

      Eliminar
  8. Parece ter no mínimo mais 10 anos que o seu marido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahaah e depois algum problema nisso. Até nem temos uma grande diferença de idades, mas se tivessemos não percebo qual o mal!!!!!

      Eliminar
    2. Não responda Ana, é só para provocar.

      Eliminar
    3. Realmente 0 anónimo das 18:47 anda a precisar de óculos, e com certeza de fazer uma grande arrumação aos esqueletos que guarda no armário. Tanta amargura, deve andar sempre em conflito. Ana, estava linda, aliás lindos. Um País que adorei, e estou como a Ana, fiquei encantada com as janelas com as cortinas abertas ou sem elas. Os holandeses tem orgulho de mostrar. Um povo muito parecido com o nosso... :)))) (ao contrário) Beijinhos

      Eliminar
    4. Inveja Inveja...ignore esse tipo de commentario

      Eliminar
    5. Tenho 15 anos a menos que o meu homem. Problemas? Cure-se... Gente má, má, má. Ana, fazem um belo casal. Ignore.

      Eliminar
  9. Eu que sempre achei que Amesterdão era uma cidade que não me dizia nada, agora com o seu post fiquei cheia de vontade de conhecer. Beijinhos e bom ano para si e família!

    ResponderEliminar
  10. Olá Ana! Também gosto muito de viajar e felizmente já pude visitar um pouco dos vários continentes (exeto Oceânia). Uma das minhas viagens preferidas foi precisamente a Amesterdão, onde fiquei (quase) duas semanas. Foi sem dúvida uma viagem divinal, com muita cultura e diversão à mistura. Passei por muitos dos locais que falou em cima, no post, e são incriveis, mesmo! Só fiquei surpreendida por não ter referido o Museu de Anne Frank, um museu lindissimo que nos faz voltar a trás no tempo e imaginarmo-nos naquela época.
    Mas claro que não há sempre tempo para tudo e eu, que estive lá doze dias, não vi tudo, claro! O importante é que se tenham divirtido e aproveitado os momentos a dois, sem as C's. Beijinhos, Joana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;) è verdade o Museu de Anne Frank é mesmo um sitio a ir (por azar vi um comentário sobre ela e com uma visita tão boa pela televisão que quando o vi nalista achei que ja la tinha estado e preferi outras coisas, porque a verdade é que 3 dias não dá para muitos museus, esta cidade é tão bonita e tem tanto para ver....mas vou voltar e nao deixo de ir ;) ) Bjs

      Eliminar
  11. Passagem do ano sem as pequeninas? Não me leve a mal, mas não se sentiu "mal" por não passar esses dias sem as suas filhas? Afinal de contas, é a entrada num novo ano e gostamos sempre de os passar com os que mais amamos.
    Quanto à viagem, também sempre foi um destino que está na minha lista de locais a visitar e ao ver este post tive vontade de adiantar esse desejo já para este ano! Claro que também pelo que entendi, a viagem foi muito cultural (e romântica) o que para as meninas acabasse por ser um pouco "secante". E é bom terem uns dias só para o casal. Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo perfeitamente o que diz, mas eu não ligo nada à noite em si. Achei que foi uma boa maneira de começar o ano, mesmo estando longe delas...hoje em dia com wahatsapp, instagarm e telefones é tudo mais fácil de aguentar. Mas estava cheia de vontade de lhes dar um enorme beijinho ;)
      Bjs

      Eliminar
    2. E fez muito bem Ana, eu também não ligo a essa noite, o importante é a harmonia familiar qualquer que seja o dia! Tenho dois filhos pequenos e adorava fazer pequenas viagens a dois, mas não tenho a quem os deixar, infelizmente. Quando viajamos vamos sempre os 4, também é muito bom, mas sinto saudades de fugir para namorar! Parabéns pelas fotos! Bom ano para si e restante família!
      Sara

      Eliminar
    3. Também adoro fazer programas a 2 e não me sinto mal por deixar as minhas filhas em casa por uns dias (nunca demasiado tempo). Na passagem de ano é que não é uma boa altura para isso porque a minha filha mais velha faz anos.
      Ana

      Eliminar
  12. Que maravilha! :) Não tenho com quem deixar a minha filha vários dias mas se tivesse não hesitaria e fazia umas viagens a dois. Acho que faz imenso bem, a todos. :) Só não sei se conseguia estar longe mais de 2 ou 3 dias... :)
    Também já estive aí e adorei. Um sítio para revisitar sem dúvida.
    Falo sobre a minha viagem aqui: http://www.vinilepurpurina.com/2014/08/20/amesterdao-as-saudades/

    ResponderEliminar
  13. Boa noite, Ana. Adorei as fotografias da sua viagem e nas férias de Verão estavamos a pensar em ir lá, e agora fiquei ainda com mais certezas que é uma cidade maravilhosa! Quanto ao quadro que comprou, é muito bonito e dá um outro ar à decoração, sem dúvida! Se não é descrição, sabe-me dizer se este tipo de "artigos" fica muito caro? Sempre achei que sim...porque se não for um preço muito elevado, com certeza será uma recordação gira, gira, gira para trazer para casa. Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. POde trazer sem moldura e tem desde 7,5€ a 12,5€...com esta moldura e pintado ficou em 79€ ;)

      Bjs

      Eliminar
  14. Ana, também estive com o meu marido em Amesterdão em Novembro(sabe tão bem namorar só a dois)e esta cidade ficou na minha TOP list! Por tudo o que a Ana descreveu! É encantadora, as pessoas simpáticas, de bem com a vida, enfim, uma maravilha. Ainda conseguimos andar um dia inteiro a passear de bicicleta pela cidade (sempre cheia de terror de atropelar e ser atropelada, mas é, de facto, uma forma muito fácil de se conhecer a cidade) E um dia às sete da manhã conseguimos ir correr 8km sempre junto aos canais - foi ótimo ver a cidade por "outro prisma"! A repetir, seguramente! beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Adoro Amsterdão, mas aconselho Estocolmo! Para mim foi uma grande surpresa!

    ResponderEliminar
  16. Olá, Ana!
    Acabei de chegar de um FDS magnífico em Amesterdão. Segui várias das suas dicas... as 9 ruas são um charme, o mercado das flores não podíamos faltar, fizemos o passeio pelos canais com o cair da noite e foi mágico [tiramos as fotos da praxe cá fora do barco, mas estava muito frio]. Fomos espreitar a red lihgt, tanta gente!!! As filas para os museus estavam caóticas e acabamos por desistir e explorar a cidade por fora... caminhamos imenso com vento frio no sábado e com chuva e neve no domingo. Fiquei com inveja das suas fotos com sol. Ficou a promessa de voltar no tempo mais quente e com outra luz 😉
    Obrigada pela partilha, foi nos muito útil!
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar