quinta-feira, 28 de abril de 2016

Momentos cor de rosa

A marca Scholl, a pensar no dia da mãe, lança a Lima Eletrónica para Unhas Velvet Smooth cor de rosa ;)
Programa ainda mais de princesas para elas não há, ainda por cima agora com uma nova Lima Eletrónica para Unhas cor de rosa, a cor preferida das meninas. 
Sem dúvida que há coisas que só nós mulheres compreendemos e este programa mãe e filhas é sem dúvida dos preferidos destas 3. São muito meninas e muito coquettes em tantas coisas e esta é só mais uma que adoram participar, ajudar e fazer, claro. Querem fazer igual à mãe. Esperam calmamente pela sua vez e querem tudo, tudinho sem saltar nenhum passo.

Passo 1: Limar (ajuda a prevenir danos segundo os especialistas)
Passo 2: Polir (torna a surpeficie lisa e sem rugosidades)
Passo 3: Dar brilho (ficam instantaneamente com um aspecto mais bonito e saudável)
E todo este processo só termina com a aplicação do óleo (para elas verniz), que é enriquecido com um complexo nutritivo de 7 óleos e faz lindamente às cutículas e unhas.

Sem dúvida são estes momentos que nos deixam a nós mães tão, tão felizes e deliciadas. Momentos únicos que espero partilhar durante tantos e tantos anos com elas...

Feliz dia da Mãe

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Um presente especial para uma amiga grávida

Sempre que me perguntam sugestões de presentes para oferecer a amigas grávidas, dou as que me lembro de ter gostado de receber ou as que achei útil na altura que as minhas filhas nasceram. Há muitas coisas que ainda hoje uso e têm um sabor especial na hora que olho para elas e me lembro da primeira vez que foram usadas.

Os saquinhos de pano com as primeiras roupas para a maternidade, são um deles. Para além de tornarem o momento ainda mais bonito, mais tarde continuam a ser úteis para levar o pijama e as cuecas delas, quando vamos passar fins de semana fora.

Estas foram as minhas escolhas para oferecer a uma amiga que está grávida de um rapaz. 
Os saquinhos amorosos do Atelier da Tufi e um dos primeiros conjuntos que o A. vai usar quando nascer, das Letras Bordadas.


Porque cada mãe é única

Há marcas que existem há anos e continuam a ser marcas de sucesso. Lembro-me tão bem quando a Pandora apareceu em Portugal, de olhar para as peças e achar lindíssimas. Lembro-me de querer ter idade para escolher e usar algumas e lembro-me de oferecer à minha mãe para depois ela me emprestar.
Com o passar do tempo a marca continua a ser uma marca que muitas mulheres adoram ter e usar.
É sem dúvida uma marca com peças intemporais.
Se para muitas as contas e as pulseiras são o que mais identificam com a marca, existem tantas outras peças LINDAS nas quais me revejo e com as quais me identifico muito mais.

Fica mais uma sugestão de ideia para o dia da mãe, com uma campanha deliciosa e tão bonita...
Algumas das minhas preferidas.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Final de férias = Kilos de roupa suja para Skip lavar

Final de férias, sinal de desfazer malas, sinal de muiiiita roupa para lavar. É tão melhor pensar em malas para o ir, não acham? 
Apesar de achar uma enorme seca o chegar e ter de arrumar a roupa outra vez, não consigo não tratar de tudo logo. Não sou uma freak das arrumações mas confesso que gosto de ter tudo no seu sítio bem arrumado, lavado e passado. Pensar que queria aquela peça, mas não vou poder usar porque ainda está suja, está fora de questão.
Mal cheguei de Cabo Verde, máquina logo a trabalhar com a primeira selecção de roupas sujas (básicos e as cores claras) e logo de seguida a de cores e as que talvez não vá querer logo usar.

Skip é a minha grande ajuda e aquele detergente que nestes casos nem me faz conferir se tem ou não alguma nódoa mais difícil de sair. Sempre que lavei com Skip todas as nódoas difíceis acabaram por sair não tendo por isso de me preocupar Já temos tanto em que pensar que é nestas pequenas grandes coisas que prefiro apostar e gastar um bocadinho mais, mas usar um produto que confio e que nunca me deixou mal.
Para não falar do cheiro, que é óptimo e é das coisas que mais gosto de sentir na roupa lavada.

A pensar na próxima escapadinha, que será de certeza com mais roupas pequeninas...

5 Minutos de Paz

Depois de um fim de semana com muito sol, esta terça foi o primeiro dia sem meias nos pés. Finalmente. Se eu já andava (aliás eu passo o Inverno sem meias) elas há muito que também pediam para não usar. Hoje fiz-lhes a vontade e se de manhã a Carlota ainda pediu para levar, à tarde a mini C. já andou toda contente sem elas e nem a mana mais velha as trazia calçadas depois do judo.
O tempo finalmente aqueceu e os kits novos já vão poder ser usados como devem ser.

Depois de um fim de semana na praia hoje, foi dia de ficar em casa a organizar coisas entre elas o Regresso da Vendinha das mães. Parece que ainda falta muito tempo mas logo, logo o dia 5 de Junho está aí e eu estou desejosa de começar a dizer as marcas que lá vão estar.

Todas adoram livros desde sempre e nada como histórias e desenhos giros para passarem horas entretidas num mundo de encantar.
Hoje recebi o livro 5 Minutos de Paz, da Livros Horizonte que conseguiu cumprir o seu objectivo e me deu muitos mais que os cinco minutos que fala o livro :) Uma boa parte da tarde foi passada a ver, a contar esta história com ilustrações amorosas.

Só quem é mãe entende a necessidade de tempo para nós (nem que sejam 5 minutos por dia). Tempo necessário para continuar a levar o barco a bom porto, para conseguir que eles sejam crianças sem stress e felizes porque nos dias que correm tempo calmo e de qualidade é tão difícil arranjar.

Vivam os livros e os momentos de leitura. Viva a Primavera que "´so agora" chegou. Vivam os pés descalços e sem meias.

O nosso hotel no Sal

A ilha do Sal está cheia de hotéis (e mais ainda em construção) tal é o seu potencial. Não sou a maior adepta de grandes hotéis com 3000 quartos, como é o Melia e para mim ficar perto do centro e na praia onde a areia é fina, branca e a água não tem rochas, era fundamental. 

O Oasis Salinas Sea é dos mais recentes e mais giros que a ilha tem e o que mais amigos me recomendaram e falaram. Os quartos são muito espaçosos, a limpeza é óptima e a cama (ai a cama) é gigante e muito, muito confortável. A comida também adorei e até eu que ia de regime consegui TODOS os dias almoçar e jantar muito bem, sem asneirar. Desta vez fomos com tudo incluído e foi TOP sem nunca ter de pensar onde iria marcar a próxima refeição (quem pensa em levar crianças este sistema é o melhor, pois durante todo o dia no bar da piscina há fruta, pizzas, iogurtes, gelados e grelhados). 
O hotel tem 4 restaurantes que podemos escolher para almoçar e jantar, sendo que dois deles só com marcação para jantar (grelhados na praia ou menu degustação mais requintado e chique).

Muita variedade, de saladas e legumes, queijos e muitas sobremesas. As bebidas também estão incluídas e os cocktails são sem dúvida a bebida com mais fãs (principalmente durante e ao final da tarde) quer na piscina quer na praia.

Os animadores para mim têm nota máxima. Das 9 da manhã até muitas vezes 10 da noite (ou mais) e lá estavam eles, sempre a sorrir, sempre simpáticos e principalmente sempre a mexer e a dançar. O máximo. Não perdemos um espectáculo à noite, todos os dias com temas diferentes, super divertidos e animados. Parabéns, que bailarinos TOP. 
Também não perdi uma aula de aeróbica na praia todas as manhãs. É por isso que muitos dizem que em Cabo Verde, come-se, dorme-se e descansa-se e eu todos os dias chegava à cama KO, porque eu não parei e alinhei em quase tudo. 
As minhas manhãs começavam logo cedo, com uma corrida na praia e 3 séries de pranchas. Depois do p. almoço mais uma grande caminhada antes da aeróbica na praia. À tarde ainda fazia o programa que a minha PT Mariana Alcoforado preparou para esta semana e entre SUP e mais uma outra caminhada eram assim passados os meus dias na praia. Melhor? Impossível.

Este Hotel tem uma piscina mesmo em cima da praia, tem Kids club, tem massagens e muitos jogos que miúdos e graúdos gostam de jogar. 

Acho que só falta falar na simpatia de todos, na língua que ajuda e na sempre rápida prontidão em fazer e ajudar se fosse preciso. O lema desta ilha é No Stress e aqui conseguem umas verdadeiras férias relaxadas, mesmo com crianças. Uma ilha onde nos sentimos seguros e onde deixava a cesta com documentos e máquina fotográfica sem me preocupar, sem ter de pedir ao "vizinho do lado" para mas guardar. 

Uma ilha e um hotel que vou sem dúvida voltar, que aconselho a quem pense visitar e passar uns dias no Sal, porque...

...Aqui fui muito FELIZ

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Uma doce malagueta

E quando chega a hora de asneirar quem é a rainha das asneiras cá de casa???!! 
Concha na linha da frente, destacadíssima. 
Só este fim de semana foi um computador avariado, rodou os botões do fogão (anda porque anda armada em cozinheira e puxa do banco para fingir que está a fazer o almoço e jantar ao lume) e conseguiu esconder tão bem os sapatos, que ainda hoje andamos à procura deles.  
Consegue empurrar as irmãs de forma a baterem com a cabeça no chão ou na parede e depois faz aquela cara de santa e preocupada até perceber que está tudo bem e nenhuma vai ter de ir de urgência para o hospital (ainda não percebi como isso não aconteceu mas vou continuar a bater na madeira para que fiquem apenas por caírem e chorarem com galos gigantes).
 É mesmo uma enfant terrible com a cara mais doce que conheço. Uma peste com pele de cordeiro que nos tira do sério tantas e tantas vezes ao dia. 
Não ouve um não, mas também não percebe o sim. Não faz nada do que pedimos à primeira, a não ser que seja alguma coisa que lhe agrade muito. 
Faz beicinho, faz trombinhas e faz um sorriso que desarma qualquer grande guerreiro. 
Consegue ser um doce e ao mesmo tempo uma malagueta que me deixa com lágrimas nos olhos de tanta raiva  que me consegue provocar. 

Isto tudo porque quer e precisa de muito, muito mimo que alguém, 1 ano e meio mais nova, está sempre a tentar "roubar-lhe".

Conchinha